DEIXE O SEU COMENTÁRIO

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

ED MOTTA


ED MOTTA

E le é um produtor de fama internacional
D edica à música um amor incondicional

M úsica para ele ao vinho é comparada
O melhor deste lado do mundo, ele é
T raz no sangue musicalidade admirada
T ecnologia é ferramenta e profissão de fé
A carreira deste cantor segue disparada


TOMBAMENTO DO ACERVO DA PHARMACIA POPULAR

Tombamento do acervo da Pharmacia Popular

Inaugurada como Pharmacia Imperial em 1830 pelo boticário Francês Tourin Domingos Monsier, mudou de nome em 1889 após o fim da monarquia. Valeriano José da Costa, dono da farmácia naquela época, seguiu os conselhos dos republicanos e trocou Imperial por Popular. Sofreu uma única reforma no final do século XIX ganhando traços neoclássicos. Em 1922, a farmácia chegou às mãos do farmacêutico Ernani Graça, pai do atual proprietário Sr. Plínio Graça, que assumiu a farmácia em 1956, após o falecimento de seu pai. O Sr. Plínio, que já foi duas vezes prefeito de Bananal, lembra de quando a estrada Rio-São Paulo passava em frente à farmácia, ”Bananal era outra coisa ” diz ele, ”Depois fizeram a Dutra e a cidade parou do dia para a noite ”. A farmácia conserva a fachada, a máquina registradora, a balança, as ânforas de cristal e os vidros com pós, raízes e pomadas, balcões feitos em pinho de riga, bancos de madeira de lei, e o chão todo revestido com ladrilhos franceses. Uma grade separa funcionários que atendem os clientes em balcões feitos de pinho de riga, ornadas por ânforas de cristal.Preserva também instrumentos originais, sais, tinturas e potes de porcelana da época do Império. A Pharmacia Popular é a mais antiga em funcionamento do Brasil e, mesmo assim, não conta com patrocínio nem apoio do governo.
A grande preocupação do senhor Plínio Graça, e de todos que reconhecem o valor do acervo, é com a provável perda que certamente ocorrerá se não for feito o imediato tombamento de todo o acervo ainda ali depositado.

Vamos assinar o abaixo-assinado?
Estamos com 184 assinaturas. Que tal chegar a 200 assinaturas até logo mais, quando começa 2011?
Quem não assinou ainda dá tempo. Quem já assinou, tente conseguir mais alguma assinatura!

www.abaixoassinado.org/assinaturas/abaixoassinado/7266

Um maravilhoso 2011 a todos vocês!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

PRESENTE


Quando completei dez anos de idade

Meu pai me cumprimentou contente

Da minha parte não houve reciprocidade

Eu não esperava por aquele presente


Quando criança nós valorizamos objetos

Desprezamos o carinho e a atenção

Fazemos mil planos e outros projetos

Trocamos a nossa emoção pela razão


Esta cena está gravada na minha mente

Hoje estou arrependido daquela reação

Um abraço vale mais que mil presentes

Hoje agradeço meu pai de todo coração


VIDAS NOTÁVEIS



Temos que olhar para trás e prosseguir

A nossa caminhada neste belo planeta

Buscando a verdade e assim conseguir

A vitória usando a enxada e a caneta


Manter a boa tradição é o que importa

Há setenta anos meu pai ia à escola

Além de escrever ali cultivava a horta

Na hora do lazer não esquecia a bola


Era tempo em que se vivia sem pressa

Onde os vizinhos agiam como irmãos

Atritos resolvidos com uma boa conversa

Terminando com risos e apertos de mãos


Os meus antepassados vieram da roça

Trazendo consigo condutas admiráveis

Apesar de morarem numa simples palhoça

Foram exemplos de vidas notáveis.


Autor: José Carlos Gueta



quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

LOMBARDI


LOMBARDI É DA TURMA DA MARÉ MANSA


LOMBARDI...

É um comunicador que não cansa
Seu trabalho ele faz brincando
Ele é da turma da maré mansa
Enquanto trabalha ele vai cantando

Ele é dono de uma alegria sem igual
Contagia quem está ao seu lado
Ser amigo do Lombardi é legal
Pois ele está sempre animado

Até o seu serviço parece que rende
A sua equipe parece uma orquestra
E de música o Lombardi entende
E disso duvida não resta

Mas para falar dele eu sou suspeito
Porque eu me considero seu fã
Ele é um exemplo de homem direito
Para a geração de amanhã!


Autor: José Carlos Gueta
O POETA DO ABC

Compositor Silva Prado:

PENÉLOPE A GATA CIUMENTA


PENELOPE

(Na foto ela está um pouco sonolenta)

A minha gatinha é muito ciumenta

Ficar longe de mim, ela não agüenta

Se eu sentar no sofá ela também senta

Quando quer carinho fica birrenta


Com seu faro aguçado se orienta

Encontra seu prato e se alimenta

Para me impressionar beleza ostenta

Minha fidelidade ela experimenta


É uma gata do tipo oito ou oitenta

Que ela é bonita o povo comenta

Se estiver nervoso ela me apascenta

Ao lado dela minha alegria aumenta


Na minha solidão ela me acalenta

Com seu olhar ela me desconcentra

Tem calda enorme e forma opulenta

Seu lindo semblante alegria aparenta


Autor: José Carlos Gueta

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

sábado, 25 de dezembro de 2010

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

CANTOR FALCÃO





F enômeno no seguimento brega
A sua roupa extravagante alegra
L egião de fãs fiéis, ele congrega.
C anta a questão social e prega
A legria homeopática entrega
O bom humor ao público não nega

Autor: José Carlos Gueta





quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

BLOGUE DO CARLOS MORANDI

Saudações!

Venho convidá-los à nova postagem

“Pio de Pietrelcina: o padre que surpreendeu até o Vaticano”.

No ensejo externo meus votos de um Feliz Natal e um 2011 pleno de realizações.

Paz,

Carlos Morandi

http://carlosmorandi.blogspot.com

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

AFOGADOS DA INGAZEIRA



ZÉ DE ANTÔNIA



Lá em Afogados da Ingazeira
Mora o famoso Zé de Antônia
Ali a vida não é brincadeira.
Vou descrever a sua história

Ele já foi retirante no passado
Esteve em São Paulo e Brasília
Não gostou e voltou apressado
Ficou com saudades da família

Numa terra onde falta a água
Na sua propriedade é diferente
No solo arenoso a mina deságua
Faz do Zé um produtor competente

Conheci a sua história no “Tudo a Ver”
Programa transmitido pela TV Record
Lá a mandioca pode dois metros crescer
O Zé de Antônia leva uma vida de Lorde

Naquele lugar ele é uma rara exceção
A maioria passa por grande dificuldade
Vítimas da seca que castiga o sertão
Esperam a benevolência da autoridade

Aqui no sul se ficamos sem água um dia
Logo a gente reclama e fica nervoso
Água é sinônimo de vida e alegria
Vamos dar valor a este líquido precioso

Autor: José Carlos Gueta



CELEIRO DOS ESCRITORES






segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

INSATISFAÇÃO



Existem seres humanos insatisfeitos
Que de tudo a sua volta reclama
Até em si mesmo encontram defeitos
E contra o seu Criador se inflama

Hoje está em pauta uma ditadura
A mais conhecida é a da moda
Está mais valorizada que a cultura
Quem não a segue a risca incomoda

Barriga de homem virou tanquinho
Mulher do momento é a esquelética
Ambos devem encontrar o caminho
Respeitando o seu código de ética

É preciso conviver com as diferenças
E consigo próprio estar satisfeito
Os radicalismos se tornam doenças
A insatisfação em si é um defeito

SEMPRE...


Muitos anos se passaram
Andei por outras paragens
Busquei do passado imagens
As lembranças congelaram

Seus olhos inesquecíveis
Exprimiam sentimentos
Marcaram os meus momentos
Persegui sonhos impossíveis
Reneguei a minha felicidade
Encarcerei-a na eternidade


domingo, 19 de dezembro de 2010

MEUS LIVROS À VENDA

AGENDA MORANDI


Saudações!

Venho informar o lançamento da AGENDA MORANDI,

com calendário permanente e textos de minha autoria no rodapé de cada página.

Trechos que contêm Conhecimento, Motivação e Fraternidade.

Para você usar e ou presentear.

Formato 15 x 21 cm, 280 páginas, capa dura, acabamento em Wire-O.

Pedidos por email.

Depósito bancário de R$ 25,00 + 7,00 de frete para todo Brasil.

Mais detalhes da AGENDA MORANDI em meu (nosso) blog:

http://carlosmorandi.blogspot.com

Paz e Luz a todos!

Carlos Morandi


quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

PRÊMIO LITERACIDADE - 2º EDIÇÃO


Saudações Literárias,

Seguem as diretrizes (regulamento) do Prêmio LiteraCidade - 2ª Edição.
O livro resultado da primeira edição está em preparação e a maioria
dos autores participantes já receberam provas de páginas para darmos
continuidade ao processo editorial.
Você pode ver a lista dos premiados na primeira edição em:

Contamos com sua participação e com ajuda na divulgação.


Abilio Pacheco & Deurilene Sousa

quem somos e o que fazemos ou o que já publicamos,
veja em: antologiacidade.wordpress.com/sobre
ou em: editoraliteracidade.wordpress.com/quem-somos

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

FELIZ ANIVERSÁRIO VANESSA

NO SERIADO O GRANDE PAI NO SBT 1991, ONDE
INTERPRETAVA A FLOR, FILHA MAIS NOVA DE
FLÁVIO GALVÃO, IRMÃ DE PALOMA DUARTE E
PATRÍCIA LUCHESI, CUIDADAS POR
DÉBORA DUARTE, MAIS MÃE QUE EMPREGADA.


VANESSA


V ocê faz aniversário e recebe do seu tio Fábio amor

A rtista que desde pequena ingressou na publicidade

N o seriado “O Grande Pai”, no SBT você era a flor

E a menina cresceu virou uma advogada de qualidade

S empre esteve no coração do tio e estará eternamente

S omos gratos pela sua presença, sua beleza e seriedade

A miga incondicional conviver com você é um presente


FELIZ ANIVERSÁRIO!


Link da postagem do tio Fábio Stoer:

http://fabiostoer.blogspot.com/2010/12/13-de-dezembro-de-2010.html


sábado, 11 de dezembro de 2010

MARCIANO




As pessoas não me entendem
Porque eu gosto dos pingos nos is
Aquilo que elas pretendem
São as coisas que eu já fiz.

Elas pensam que sou de Marte
Ou de outro planeta qualquer
Mas elas ignoram minha arte
Que mostro a quem quiser.

Não quero ser estranho assim
Como as pessoas me vêem
Quero que saibam que em mim
Existe a poesia também

Eu não quero servir de exemplo
Nem me fazer superior
Só quero que neste tempo
Se faça reinar o amor.

Autor: José Carlos Gueta

NO TEMPO DA JOVEM GUARDA



O bom tempo da Jovem Guarda quer ver?

Os homens usavam calças apertadas demais

Calça boca de sino, pantalonas para o chão varrer.

E sapatos de saltos carrapetas eram todos iguais.

O Roberto Carlos era uma brasa mora

O Erasmo era chamado de tremendão

Wanderléia era a ternurinha que implora

Para o senhor Juiz: pare agora esta união!


O calhambeque era o carro da moda

Virou marca privilegiada e de renome

O refrigerante preferido era a gasosa soda

Limonada que nas festas matava a fome


O Ed Carlos na época era um menino

Cantava uma música que todos pediam bis

Para os meus filhos hoje eu ensino

O seu grande sucesso, “Estou Feliz”.


Para os bons momentos da Jovem Guarda recordar

Ouça o Programa “Festa de Arromba” na Rádio Capital

Apresentado pelo comunicador Antônio Aguillar

Todo domingo a partir do meio-dia é sensacional!

Clique aqui para ouvir:

FEMINA ARTE VOLTA AO LIRA DA VILA


Olá pessoas do bem:

Devido à recepção carinhosa e participativa, o Femina Arte volta ao Lira da Vila! Dia 11 de dezembro às 20 horas: sarau, espaço aberto para manifestações diversas. Traga a sua expressão, solte a voz, interfira!

O Femina Arte tem por proposta buscar a sensibilidade de mulheres e homens que gestam, acalentam e acreditam num mundo onde a arte deva estar ao alcance de todos, na sua expressão mais democrática: a que busca um olhar humanitário e solidário. O reducionismo sexual e a violência não precisam funcionar como pricipais atrativos para a expressão artística

(embora sejam garantia de platéia ou audiência). A arte não é apenas um produto, mas o principal meio refinamento da expressão humana. Apareça, dê o seu recado, compartilhe!


" E o que o ser humano mais aspira é tornar-se ser humano. " Clarisse Lispector.

R Major Sertório 450, Vila Buarque - São Paulo
Bar do André- Restaurante Estrela do Sabor

Encontro de Utopias/Femina Arte: 97172176



sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

MÚSICA PARA O CARNAVAL: BRASIL MENINO

video

BRASIL MENINO

Brasil país menino. Brasil cor de anil
Sua bandeira verde amarela
Azul e branca pro céu subiu.

Nas suas terras tem mais riquezas
Que o povo ainda não descobriu
Tu és o grito do universo
Mostrando ao mundo seu poderio

(refrão)

Nossa Bahia é muito grande
Tiramos dela o pau Brasil
De norte a sul deste gigante
Leste oeste encantos mil

(refrão)

Colhendo flores dos nossos campos
Descendo a serra a beira mar
Ao ver ao longe sua beleza
Até me dá vontade de chorar

(refrão)

Mas como eu sou brasileiro
Sua beleza não tem igual
Eu sempre canto e cantarei
Com meu Brasil país do carnaval

(Compositor e voz: Silva Prado)


Interessados em contratar o cantor ou gravar suas canções, entrar em contato:

poetadoabc@yahoo.com.br



leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Licença Creative Commons

Estas obras estão licenciadas sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de José Carlos Gueta e site:http://poetadoabc.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.